Editorial: E agora Panorama e Paulicéia?

editorial_novo

Dois finais de semanas prolongados e justamente no final do ano, foram suficientes, para alertar as autoridades responsáveis pelo turismo de Panorama e Paulicéia. Foi um alerta sadio e de grande importância para se consolidar os interesses de ambas dentro do turismo regional. Embora Panorama se aproxime oficialmente do MIT, Paulicéia deu mostra de que o seu potencial também merece respeito e considerações por parte das autoridades estaduais.
Conforme se afirmam, o numero de turistas, a população flutuante em Paulicéia, que tem uma população menor que Panorama, foi proporcionalmente maior que esta. Em termos de 2016, Panorama tem 15.539 habitantes e Paulicéia 7.147. A primeira ocupa a 299º colocação do estado e a segunda 443º a nível de estado.
Brasilturbo
Como Atrair Turistas
01 – Não basta ter “belas” praias, bons passeios e lugares “exóticos” para serem mostrados. E preciso uma série de cuidados para manter os turistas que já vieram e fazer com que novos turistas venham, e o que vejam repercutam por toda a vida de maneira agradável.

02 – Aquilo que as pessoas experimentarem durante uma viagem irão lembrar durante muito tempo, bem mais tempo do que aquilo que elas vêem diariamente. A rotina, logo se esquece, mas o novo, é quase inesquecível, mesmo que seja desagradável.

03 – Portanto, se a praia estiver suja, se a cidade estiver suja, se o comercio local não for agradável, de modo que o turista se sinta mal, não se iluda, este não voltará, e se voltar, será por um acaso do destino, ou por que aquele lugar é passagem para outros lugares.

04 – Quase todo turista, passa o ano inteiro sonhando com o dia em que irá sair de ferias, e poderá passear na cidade sem nenhum constrangimento. Turista,é gente como a gente, e tem memória. E no ano seguinte, ele procura outra cidade.

05 – Turista é gente bem informada, independente do quanto ganha. Quem ganha salário mínimo pode sim fazer um turismo dentro de suas limitações. Pensar que engana esta gente, é uma aberração humana, e um desagravo, e um desatino. Tudo isto é constrangimento e o turista não volta mais ali e ainda fala para todos os seus amigos e publica da forma como pode. O que os operadores de turismo fizerem irá repercutir pelo mundo.

06 -É necessário trabalhar esta questão no jornal da cidade, no rádio, nas escolas a partir do primeiro ano letivo, especialmente em cidades que tem o turismo como fonte principal de renda como Panorama e Paulicéia. O Brasil tem forte potencial turístico, mas há lugares, cidades, estados, onde tais questões precisam ser trabalhadas com maior acuidade. Acrescente-se aos diversos fatores desagradáveis, mais este: o constrangimento para gastar varias vezes alem do necessário, (preço dobrado e triplicado). Alem de outras formas de tratamento, só produzam perda de clientela.

07 – Os hotéis e pousadas que recebem turistas devem ser extremamente limpos, tanto o piso como os móveis, muitos pecam neste ponto. Os restaurantes que servem turistas devem ter a cozinha aberta (vidro) para que todos que chegam vejam o que esta acontecendo no laboratório mais sagrado do ser humano – a cozinha. Se o vidro não for possível, coloquem então, um circuito fechado, mostrando a cozinha.

08 – Turista que sofreu constrangimento, dificilmente volta aquela cidade e fala mal daquele lugar ate cansar, e todos os seus colegas de trabalho evitam passar também pelo mesmo lugar.

09 – Se faz necessário, investimentos em propaganda turística e treinamento de pessoal que trabalha neste ramo. Da mesma forma preparar com total requinte, garçons, cozinheiras, que além das funções tenha bom trato com os turistas.

10 – Na pratica, o turista é um cliente, um consumidor como outro qualquer, o problema, é que turista é consumidor de alto nível, silencioso, porem extremamente seletivo e exigente. Ele não devolve a ofensa no local, porque está em terra distante, mas quando chega na sua terra anuncia para todos como foi tratado. Qual é o cliente que volta a uma loja, onde consumiu uma mercadoria que não lhe agradou, pagou um preço absurdo e voltou para casa insatisfeito? Não é nada agradável, vermos o nosso sonho transformado em pesadelo.

11 – Turista, é gente bacana, com fonte de renda certa, e que passa um ano inteiro planejando as suas ferias, se elas forem estragadas uma vez em um lugar, ele não permitirá que isto aconteça novamente, e se possível evita que outros passem por este desconforto.

12 – Turista quer: Praia limpa, preços condizentes com o mercado, acomodações confortáveis, e tratamento adequado, sem engano.

13 – Talvez seja hora de se reaprender a fazer turismo. Pelo menos temos a natureza a nosso favor. Só não se sabe ate quando ela suportará.

14- Os sentidos mais apurados nos turistas, são: Olfato, visão, paladar e acima de tudo do calor humano, representado pelo tratamento que lhe é dado nas cidades onde fez opção. (Brasilturbo)
E agora, Panorama e Paulicéia?


You can Deixar uma resposta, ou deixar um trackback de seu próprio site.
Powered by WordPress | Designed by: Free Web Space | Thanks to Highest CD Rates, Boat Insurance and UK Fiverr